Raymond Williams

Autor

O galês Raymond Williams (1921-1988) foi um dos principais nomes na crítica cultural da New Left inglesa do pós-guerra. Estudou literatura, teatro e televisão, tentando compreender tanto a cultura chamada erudita quanto a cultura popular e a indústria cultural. Foi professor em Cambridge e professor-visitante em Stanford. É autor de Culture and SocietyThe Long Revolution, e também escreveu romances e peças de teatro. Do autor a Boitempo publicou, em 2007, Palavras-chave: um vocabulário de cultura e sociedade, e em 2016, o ensaio Televisão: tecnologia e forma cultural.