Os homens que amavam a revolução

Debate de lançamento de 'O homem que amava os cachorros', de Leonardo Padura

09.12.2013

Livraria Cultura do Conjunto Nacional | Teatro Eva Herz

A Boitempo lança em dezembro o premiado “thriller histórico” O homem que amava os cachorros, do romancista cubano Leonardo Padura. Na segunda-feira, dia 09/12, a editora realiza um debate de lançamento do livro, às 19h30, no Teatro Eva Herz da Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo. Participarão do bate papo Frei Betto (que assina a orelha do livro), Gilberto Maringoni (posfácio), os historiadores Osvaldo Coggiola e Valério Arcary e o jornalista Breno Altman. O evento é gratuito e não requer inscrição, basta comparecer.

A história do livro gira em torno de três eixos, um deles é Iván, um cubano aspirante a escritor que, a partir de um encontro enigmático com um homem que passeava com seus cães, retoma os últimos anos da vida do revolucionário russo Leon Trotski, seu assassinato e a história pouco conhecida de seu algoz, o militante comunista catalão Ramón Mercader. Ao narrar um dos crimes mais reveladores do século, Padura realiza uma ambiciosa e fascinante investigação sobre as contradições das utopias que moveram o século XX. Três processos mitológicos – a Revolução Espanhola, a Revolução Russa e a Revolução Cubana – são vistos com lupa neste romance, que combina perfeitamente o rigor histórico com o talento ficcional. Uma história de amor, de loucura e de morte, que apresenta ainda uma perspectiva honesta da vida cubana nas últimas três décadas, refletindo sobre as dificuldades econômicas, as questões de comportamento, êxitos e insuficiências de uma revolução tropical

Confira a página oficial do evento no Facebook.

***

Assista a íntegra do debate abaixo: