O filósofo no Brasil

18.09.2005

Folha de S. Paulo
O filósofo Giorgio Agamben, professor da Universidade de Verona, na Itália, participa neste mês de uma série de conferências em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Florianópolis.

Um dos grandes pensadores europeus da atualidade, Agamben nasceu em Roma, em 1942. Suas pesquisas envolvem teoria literária, política, religião e arte. Agamben dá aulas no European Graduate School (Suíça) e é professor de filosofia no Collège International de Philosophie, de Paris, além de lecionar na Universidade de Macerata (Itália). Atuou como professor visitante em diversas universidades norte-americanas como Berkeley, Los Angeles, Irvine, Santa Cruz e Northwestern.

Em São Paulo, ele participa no dia 22, na USP, de uma mesa-redonda com Paulo Arantes e Vladimir Safatle com o tema "Oikonomia: Sobre a Gênese Teológica do Governo". No Rio de Janeiro, vai proferir no dia 26 a palestra "O que é um Dispositivo?" (Fundação Casa de Rui Barbosa, r. São Clemente, 134, Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, tel. 0/xx/21/ 3289-4600). No dia 27, em Niterói (Instituto de Ciências Humanas e Filosofia da Universidade Federal Fluminense, no campus Gragoatá, no Auditório do Instituto de Ciências Humanas e Filosofia), vai proferir conferência também com o tema "Oikonomia: Sobre a Gênese Teológica do Governo". O mesmo tema será abordado em conferência no dia 29, em Florianópolis, no Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina (campus universitário).

Já há alguns livros do filósofo publicados no Brasil. "Estado de Exceção" (Boitempo) foi lançado em 2004. Também foram editados "Infância e História" (UFMG) e "Homo Sacer - O Poder Soberano e a Vida Nua" (UFMG), que esgotou a tiragem inicial e já está na primeira reimpressão.

A editora da UFMG planeja novos lançamentos do autor. Vai publicar em novembro "Il Linguaggio e la Morte" (A Linguagem e a Morte) e, em dezembro, "Stanze" (Quartos). A mesma editora está negociando a publicação para o início do próximo ano de "L'Aperto -L'Uomo e l'Animale" (O Aberto - O Homem e o Animal).