A velha foice

01.02.2014

Revista da cultura | Drops
Gustavo Ranieri

A famosa frase "não matem! Esse homem tem uma histõria para contar!", dita por Leon Trotski ao ser mortalmente ferido pelo espanhos Ramón Mercader, no dia 20 de agosto de 1940, continua a ecoar. A mais recente publicação que volta a falar sobre o rival de Stalin chama-se O homem que amava os cachorros, escrita pelo cubano Leonardo Padura. A trama, que se inicia com trechos do depoimento de Mercáder à polícia, faz o leitor conhecer o escritor fictício Ivan, que vê a progressão de uma doença que leva sua mulher à morte. Do encontro com um homem que passeava com seus cães, ele retoma os últimos anos da vida do revolucionário russo.