Selo editorial aposta em HQs libertárias

21.06.2014

Gazeta do Povo | Caderno G
Sandro Moser

Logo que acabarem as disputas da Copa do Mundo, na última semana do mês de julho, será anunciado o lançamento do selo editorial Barricada, novo projeto da editora Boitempo voltado totalmente às histórias em quadrinhos.

Pelo novo selo, a editora vai publicar quadrinhos nacionais e estrangeiros afinados à linha editorial da Boitempo, que privilegia temas políticos e filosóficos ligado às liberdades individuais e direitos humanos. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo e confirmada pela assessoria de imprensa da editora.

O primeiro título distribuído será a Último Aviso, da alemã Franziska Becker. A graphic novel teve grande repercussão na Europa ao fazer um retrato crítico e irônico da realidade política da Alemanha contemporânea.

Em agosto, o selo lança Cânone Gráfico, uma antologia de histórias em quadrinhos organizada pelo escritor Russ Kick. O pacote inclui clássicos da literatura universal, entre eles o relançamento da versão do designer americano Seymour Chwast para o poema épico renascentista A Divina Comédia, de Dante Alighieri. Há ainda uma versão para As Viagens de Gulliver (Jonathan Swift) e para peças gregas clássicas escritas por Aristófanes e Eurípedes.

Os lançamentos nacionais estão previstos para o mês de outubro. O primeiro será CLAUN – A Saga dos Bate-Bolas, projeto do roteirista Felipe Bragança sobre fábulas urbanas cariocas que mistura mitologia e cultura afro.