Prêmios

Aqui você encontra uma relação dos prêmios que a Boitempo, seus livros e autores ganharam ao longo dos anos. 

2016
Mal-estar, sofrimento e sintoma, de Christian Dunker – Prêmio Jabuti - Psicologia, Psicanálise e Comportamento (CBL)
Caio Prado Jr.: uma biografia política, de Luiz Bernardo Pericás – Prêmio Juca Pato – Intelectual do Ano (UBE)
Série Livros para o Amanhã (A democracia pode ser assim + A ditadura é assim + As mulheres e os homens + O que são classes sociais?) - BOLOGNA RAGAZZI AWARD (Feira do Livro Infantil de Bolonha)

2015
Os éguas, de Edyr Augusto – Prêmio Caméleon – Melhor romance estrangeiro (França)

2014
O capital, livro 1, de Karl Marx - Prêmio Jabuti – Tradução (CBL)

2010
O tempo e o cão, de Maria Rita Kehl - Prêmio Jabuti – Livro do Ano de Não-Ficção (CBL)

2007
Latinoamericana - Prêmio Jabuti – Livro do Ano de Não-Ficção (CBL)
Caparaó: a primeira guerrilha contra a ditadura, de José Caldas da Costa - Prêmio Vladimir Herzog de melhor livro-reportagem

2005
Bienais de São Paulo, de Francisco Alambert e Polyana Canhête - Prêmio Jabuti - Arquitetura e urbanismo, comunicações e artes (CBL)

2004
Crítica à razão dualista/O ornitorrinco, de Francisco de Oliveira - Prêmio Jabuti – Ciências Humanas (CBL)
A vingança da história, de Emir Sader - Prêmio Jabuti – Ciências Humanas (Menção honrosa) (CBL)

2003
Brás: sotaques e desmemórias, de Lourenço Diaféria - Prêmio Clio de História

2000
Anita, de Flávio Aguiar - Prêmio Jabuti – Romance (CBL)

1999
Paulo Autran: um homem palco, de Alberto Guzik - Prêmio Jabuti – Reportagem (CBL)

1998
O século do crime, de J. Arbex Jr. e C.J. Tognolli - Prêmio Jabuti – Reportagem (CBL)

1996
Carta ao pintor moço, de Mário de Andrade - Prêmio Jabuti – Produção Editorial (CBL)