Fidel Castro

biografia a duas vozes

Ignacio Ramonet

R$ 79,00

"O volume de informações contidas nesta obra faz com que Fidel Castro: biografia a duas vozes deixe de ser apenas um livro que se lê numa sentada para se converter em uma referência permanente para quem quiser entender melhor a história desse homem, Fidel Castro, e de sua Revolução Cubana. Este é, sem dúvida, um livro indispensável.” (Fernando Morais)

Poucas pessoas podem, em vida, saber-se parte da história. Mais rara ainda é a chance de um personagem histórico refletir sobre sua trajetória política de mais de meio século e projetar suas ideias para o futuro. Fidel Castro: biografia a duas vozes, do jornalista franco-espanhol Ignacio Ramonet, diretor do Le Monde Diplomatique, é o resultado de cem horas de entrevista com Fidel Castro, a mais longa já concedida por ele a um jornalista. Um livro fundamental para conhecer a vida, as idéias e a versão pessoal de um dos mais polêmicos líderes políticos dos últimos 50 anos.

Um dos derradeiros sobreviventes da geração de revolucionários do pós-guerra, Fidel Castro resistiu em Cuba à oposição ferrenha de dez presidentes norte-americanos (Eisenhower, Kennedy, Johnson, Nixon, Ford, Carter, Reagan, Bush pai, Clinton e Bush filho).

Fidel conta sua trajetória desde sua educação jesuíta de filho de latifundiário até sua transformação em guerrilheiro. A tentativa de tomada do quartel Moncada, quando é preso e exilado de Cuba, o encontro com Che Guevara no México e a longa relação entre os dois, os anos de combate na guerrilha e o início da revolução.

Fidel também se defende das polêmicas sobre perseguição a dissidentes e homossexuais em Cuba, a imigração de cubanos para os Estados Unidos, a existência da pena de morte na ilha, a questão da sua sucessão e o futuro da revolução.

Bastidores de momentos importantes da história são contados do ponto de vista do dirigente cubano, como a crise de outubro de 1962 entre a União Soviética e os Estados Unidos, a chamada “crise dos mísseis” em torno de foguetes soviéticos na ilha, o ponto em que o mundo chegou mais próximo de uma guerra nuclear. A participação de Cuba na luta pela independência dos países africanos e a sobrevivência à derrocada do bloco soviético também são analisadas.

No livro, Fidel também comenta a situação política contemporânea. Globalização, José Maria Aznar, Tony Blair, George W. Bush e a guerra do Iraque, terrorismo, meio ambiente, a proposta da Área de Livre Comércio das Américas (Alca), e os movimentos e governos de esquerda e centro-esquerda da América Latina, como Hugo Chávez na Venezuela, os zapatistas em Chiapas, Evo Morales na Bolívia, Néstor Kirchner na Argentina e Lula no Brasil.

Com apresentação de Fernando Morais, tradução e texto de orelha de Emir Sader, fotos inéditas que cobrem os principais momentos da vida do dirigente, uma cronologia e um excelente índice remissivo, Fidel Castro: biografia a duas vozes é uma obra fundamental para conhecer o pensamento do principal protagonista da Revolução Cubana.