• Minhas compras
  • Entrar
  • Sadi Dal Rosso
    Sadi Dal Rosso autor

    Professor do Departamento de Sociologia, da Universidade de Brasília (UnB) e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É autor de A jornada de trabalho na sociedade: o castigo de Prometeu (São Paulo, LTr, 1996) e Mais trabalho! A intensificação do labor na sociedade contemporânea (São Paulo, Boitempo, 2008).

triangulo
  • R$ 79,00

    Este segundo volume de Riqueza e miséria do trabalho no Brasil apresenta um panorama amplo e multifacetado da nova morfologia do trabalho, analisando as distintas terceirizações, as múltiplas precarizações e os vários modos de ser da informalidade que despontam no país, acentuados a partir dos anos 1990, quando se redesenhou a Divisão Internacional do Trabalho. O livro traz estudos aprofundados de vários ramos ou setores econômicos, como petroquímico, metalúrgico, aeronáutico, hoteleiro, educacional e fumageiro, que, em conjunto, permitem uma melhor compreensão da organização do trabalho no Brasil. Também são apresentadas análises sobre as ten ...

    Ano de publicação 2013.

  • Mais trabalho! a intensificação do labor na sociedade contemporânea
    R$ 39,00

    A quem serve o aumento da carga de trabalho no mundo contemporâneo? Quem se beneficia com a intensificação da produtividade e do ritmo dos trabalhadores? Com certeza não são os próprios, que sofrem com os efeitos da dinâmica capitalista de elevar qualitativa e quantitativamente a produção a qualquer custo. A partir dessa constatação, a obra Mais trabalho!, de Sadi Dal Rosso, analisa situações cruciais para a expansão do capitalismo no início do século XXI. Com argumentos consistentes e investigação rigorosa, Sadi desafia aqueles que acreditam no fim da centralidade do trabalho e no surgimento de uma nova sociedade sem trabalhadores. O foco de sua pesqu ...

    Ano de publicação 2008.

  • O ardil da flexibilidade os trabalhadores e a teoria do valor
    R$ 47,00

    Esse livro do sociólogo Sadi Dal Rosso aparece em um momento delicado da política econômica brasileira,  no qual se desfecham ataques devastadores sobre o trabalho e a previdência social, e desempenha um papel crítico contra a destruição de condições de trabalho, construídas durante décadas de lutas sociais pelos trabalhadores. Ao iniciar pelos países ricos, passando pelos países de rendimentos médios e até mesmo países empobrecidos que organizam seus negócios por meio de empresas vinculadas ao processo de  globalização, a flexibilidade ganha terreno nas mais diversas esferas da organização do trabalho, no emprego, na repa ...