• Minhas compras
  • Entrar
  • Maria Rita Kehl
    Maria Rita Kehl autor

    Maria Rita Kehl é doutora em psicanálise pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), atua desde 1981 como psicanalista em clínica de adultos e, desde 2006, na Escola Nacional Florestan Fernandes (ENF). Atuou como jornalista entre 1974 e 1981, em diversos jornais e revistas de São Paulo e do Rio de Janeiro. Em 2010 recebeu o prêmio Jabuti de melhor livro do ano de não ficção com O tempo e o cão.

triangulo
  • Videologias ensaios sobre televisão
    R$ 45,00

    Com pouco mais de 50 anos de existência, é onipresente. É impossível ignorá-la ou pensar o mundo hoje sem considerá-la. É a televisão. O segundo lançamento da coleção Estado de Sítio, coordenada pelo filósofo Paulo Arantes, trata desse que é um tema essencial para entender a sociedade contemporânea. Videologias, de Maria Rita Kehl e Eugênio Bucci, é, desde o trocadilho no título com a célebre obra Mitologias, de Roland Barthes, um livro que une visão crítica e psicanálise para dissecar as relações entre mitologias, ideologias e televisão.'Se, no século XIX, a questão era desmascarar o caráter burguês do estado que se apresentava como universal, agora, no século XXI, a questão é compreender e decifrar os mecanismos pelos quais toda política, assim ...

    Ano de publicação 2004.

  • R$ 38,00

    A psicanalista Maria Rita Kehl retorna às livrarias com uma coletânea de crônicas 18 artigos publicados no jornal O Estado de S Paulo e outros 26 em veículos como Teoria e Debate, Folha de SPaulo e Época escritos ao longo da última década. Estão contemplados nesta obra textos célebres como 'Dois pesos' que expõe as fissuras de uma sociedade desacostumada com a participação dos mais pobres. Maria Rita questiona o papel do psicanalista na imprensa para ela não se trata de explicar certos fenômenos e 'comportamentos' que intrigam a sociedade e ajudam a vender jornais mas sim de escutar o sintoma social. 'O melhor que um psicanalista pode fazer na imprensa é quase idêntico ao melhor que pode fazer um jornalista por vocação indagar o objeto de seu interesse para alé ...

    Ano de publicação 2011.

  • Bala perdida A violência policial no Brasil e os desafios para sua superação
    R$ 15,00

    O psicanalista Christian Dunker, professor do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, interpreta a cultura que prega a violência policial e a força conservadora no Brasil, que define como 'direita violenta'. Ponto de vista complementado pelo antropólogo Luiz Eduardo Soares, ex-secretário nacional de segurança pública e autor do livro Elite da tropa, que aponta as dificuldades para implementar mudanças na polícia brasileira, a partir de perspectiva de políticas públicas de segurança; e pelo depoimento do coronel Íbis Pereira, chefe de gabinete do comando-geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, sobre como combater a perversa estrutura do trabalho poli ...

    Ano de publicação 2015.

  • O tempo e o cão a atualidade das depressões
    R$ 56,00

    A psicanalista e escritora Maria Rita Kehl parte da suposição de que a depressão é um sintoma social contemporâneo para desenvolver os três ensaios que compõem o livro: O tempo e o cão, a atualidade das depressões.Escrito a partir de experiências e reflexões sobre o contato com pacientes depressivos, o livro aborda um tema que, apesar de muito comentado, é pouco compreendido e menos ainda aceito atualmente. Para abordá-lo, Maria Rita faz um apanhado do lugar simbólico ocupado pela melancolia, desde a antiguidade clássica até meados do século XX, quando Freud trouxe esse significante do campo das representações estéticas para o da clínica psicanalítica. Para ela, 'Freud privatizou o conceito de melancolia; seu antigo lugar de sintoma social retornou sob o nom ...

    Ano de publicação 2009.

  • Deslocamentos do feminino a mulher freudiana na passagem para a modernidade
    R$ 45,60

    A nova edição de Deslocamentos do feminino chega às livrarias em um momento pertinente, em que o debate sobre gênero toma corpo e a noção de feminilidade passa por transformações no campo da cultura. Neste livro, a psicanalista Maria Rita Kehl questiona as relações que se estabelecem entre a mulher, a posição feminina e a feminilidade na clínica psicanalítica. Existe uma diferença irredutível entre homens e mulheres, afinal? Partindo da defesa de uma 'mínima diferença', um modo de ser e de desejar através do qual homens e mulheres assumem papéis distintos na sociedade, a psicanalista e ganhadora do prêmio Jabuti pelo ensaio O tempo e o cão (2010) investiga o campo a partir do qual as mulheres se constituem como sujeitos, de modo a contribuir para ampliá-lo. ...

    Ano de publicação 2016.

  • R$ 49,00

    A psicanalista Maria Rita Kehl retorna às livrarias com a coletânea Bovarismo brasileiro, que reúne alguns ensaios marcantes sobre temas que abarcam desde a literatura de Machado de Assis até um estudo de caso - o atendimento de um militante do MST -, passando por reflexões acerca das origens do samba, do manguebeat, do período de expansão da rede Globo e da primeira campanha de Lula. Para dar liga às suas análises, a autora vale-se do conceito de bovarismo, cunhado pelo filósofo e psicólogo Jules de Gaultier com base na personagem Emma Bovary, de Gustave Flaubert, uma ambiciosa e sonhadora pequeno-burguesa de província que, à força de ter alimentado sua imaginação adole ...

    Ano de publicação 2018.

  • R$ 39,00

    Você já quis voltar no tempo? Rodrigo tem 8 anos e acabou de ganhar um irmãozinho. Enciumado com todas as atenções voltadas para o novo bebê, ele recebe uma visita inesperada ao brincar de bola sozinho no quintal: uma borboleta que diz ser uma fada e promete realizar desejos. Sem pensar duas vezes, na expectativa de resgatar a atenção dos pais, Rodrigo pede para voltar a ser bebê. Bem, você conhece a máxima: cuidado com o que você deseja, pois seus pedidos podem se tornar realidade.A divertida incursão de Maria Rita Kehl na literatura infantil aborda o ciúme entre irmãos como pretexto para falar sobre questões mais profundas com as crianças, como o poder da vontade, o ...

    Ano de publicação 2018.

  • R$ 53,00

    Ressentimento, obra pioneira da psicanalista e escritora Maria Rita Kehl, ganha, em 2020, uma nova edição pela Boitempo, com um novo prefácio e projeto gráfico. O livro aborda a conceitualização do ressentimento a partir de quatro pontos de vista: a clínica psicanalítica, a filosofia de Nietzsche e Espinosa, a produção literária e o campo político. O ressentimento não é um conceito clássico da psicanálise; assim, Maria Rita Kehl mobiliza tanto as suas observações clínicas quanto conhecimentos de outras áreas para definir e explicar a constelação afetiva que forma o ressentimento. “Ressentir-se significa atribuir ao outro a responsabilidade pelo que nos faz sofrer” – é desse modo que o ressentido se conduz a um beco sem saída: ao não assumir a respo ...

    Ano de publicação 2020.