• Minhas compras
  • Entrar

Mudamos nossa loja virtual para melhor atendê-lo. Se você já é cliente, utilize a funcionalidade de "Esqueci minha senha" para atualizar seu acesso e fazer o login.

Minhas Compras

Não há produtos no carrinho.

  • Adalberto Paranhos
    Adalberto Paranhos autor

    Adalberto Paranhos é professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de Uberlândia. Foi diretor da revista Cara a Cara (Vozes) e publicou o livro Dialética da Dominação (Papirus). É mestre em Ciência Política pela Unicamp, com a dissertação O roubo da fala: origens da ideologia do trabalhismo no Brasi, orientada por Caio Navarro de Toledo, e doutor em História Social na PUC-SP, com a tese Os desafinados: sambas e bambas no 'Estado Novo', orientada por Maria Izilda Santos de Matos.

triangulo
  • Rap e política percepções da vida social brasileira
    R$ 36,00

    "Foi nessa época que jovens oprimidos e sem opção fizeram de um movimento sua expressão" –THAÍDE E DJ HUM, BRAVA GENTE Rap e política traz as vivências sociais, culturais e políticas de quem faz e experimenta o rap em seu cotidiano. Neste seu livro de estréia, Roberto Camargos se debruça sobre mais de 10 mil composições de temas variados, produzidas no país desde a década de 1990 até os dias de hoje, para introduzir o leitor a esse universo em expansão de intenso diálogo da música com a vida social, uma espécie de “raio-x do Brasil”. Camargos mostra o rap nacional – dos Racionais MC’s aos rap ...

    Ano de publicação 2015.

  • O roubo da fala origens da ideologia do trabalhismo no Brasil
    R$ 43,00

    Em O roubo da fala: origens da ideologia do trabalhismo no Brasil, Adalberto Paranhos revela o nascimento e a consolidação do discurso trabalhista, seus desdobramentos e ambiguidades. O livro faz parte da coleção Mundo do Trabalho, editada pela Boitempo, que tem entre suas preocupações centrais a documentação do passado recente de nossa história operária. O autor desenvolve a tese de que o trabalhismo, antes de ser a outorga de um Estado paternalista que se antecipou às reivindicações do movimento operário, é uma fala subtraída aos trabalhadores, redesenhada pelo projeto político-ideológico getulista e devolvida ao mundo do trabalho sob a forma de Get&u ...

    Ano de publicação 1999.