• Minhas compras
  • Entrar
  • Carlos Heitor Cony
    Carlos Heitor Cony autor

    Carlos Heitor Cony nasceu no Rio de Janeiro, em 1926. É membro da Academia Brasileira de Letras, cronista da Folha de S.Paulo e autor de vários romances, entre eles O ventre (1958), Quem matou Vargas (1974), Quase memória (1995) e Romance sem palavras (1999).

triangulo
  • R$ 39,00

    Este livro reúne crônicas de Carlos Heitor Cony e charges de Angeli publicadas entre 1994 e 2000, enfocando o período de governo de Fernando Henrique Cardoso. É um retrato lúcido e cáustico desses anos de rápidas mudanças, em que o país caiu definitivamente nas telas da globalização e, segundo Cony, regrediu ao estágio de colônia. 'FHC lembra aquele homem que sabia javanês do conto de Lima Barreto. Precisavam de alguém que soubesse javanês, o cidadão apresentou-se e foi aceito. Como ninguém sabia javanês, ele ganhou fama e espaço na mídia: era o homem que sabia javanês e pronto. Comia de graça as empadinhas de camarão na Colombo, era recebido nos salões, dava palpites sobre qualquer assunto. De um homem que sabe javanês esperam-se coisas formidáveis [.. ...

    Ano de publicação 2000.