• Minhas compras
  • Entrar

Mudamos nossa loja virtual para melhor atendê-lo. Se você já é cliente, utilize a funcionalidade de "Esqueci minha senha" para atualizar seu acesso e fazer o login.

Minhas Compras

Não há produtos no carrinho.

  • Antonio Rago Filho
    Antonio Rago Filho autor

    Antonio Rago Filho é professor de história contemporânea da Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP) e do Centro Universitário Fundação Santo André e membro do Conselho de Colaboradores da revista Margem Esquerda.

triangulo
  • R$ 49,00

    A guerra civil na França, texto escrito originalmente em 1871 por Karl Marx como “Terceira Mensagem do Conselho Geral da Associação Internacional dos Trabalhadores (AIT)” e difundido como livro na Europa e nos Estados Unidos. Em edição posterior, de 1891, Friedrich Engels acrescentaria as duas primeiras mensagens de Marx para a Internacional, complementando as bases dos estudos históricos dessa que foi a primeira experiência histórica de tomada de poder pela classe trabalhadora. A célebre obra traz ao mesmo tempo um retrato da breve existência (72 dias) da Comuna de Paris e um chamado à ação da classe trabalhadora francesa contra a repressão praticada pelas forças ...

    Ano de publicação 2011.

  • Curso livre Marx-Engels a criação destruidora
    R$ 15,00

    Em oito aulas temáticas, o guia de introdução Curso livre Marx-Engels atravessa as principais obras do marxismo, do Manifesto Comunista ao Capital, apresentando os fundamentos do pensamento de Marx e Engels e esclarecendo a origem de conceitos-chave como “fetichismo da mercadoria”, “luta de classes”, “proletariado”, “alienação”, “ideologia”, “crítica da economia política”, “materialismo histórico”, “ditadura do proletariado”, entre outros. Coordenada por José Paulo Netto, a obra conta com textos revisados e atualizados de alguns dos maiores pesquisadores do marxismo do Brasil: Alysson Leandro Mascaro, Antonio Rago Filho, ...

    Ano de publicação 2015.

  • R$ 44,00

    "Qual a importância de se debater a obra do pensador húngaro György Lukács neste início de século XXI?   É em tom de urgência que a figura de György Lukács (1885-1971), seguramente uma das mais influentes do século XX, surge como referência incontornável para se pensar a emancipação humana. Fruto dos debates realizados no III Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo, György Lukács e a emancipação humana conta com a colaboração de alguns dos principais estudiosos nacionais e internacionais da obra do pensador húngaro, como José Paulo Netto, Nicolas Tertulian, Sergio Lessa, Ivo Tonet, Csab ...

    Ano de publicação 2013.