• Minhas compras
  • Entrar

Mudamos nossa loja virtual para melhor atendê-lo. Se você já é cliente, utilize a funcionalidade de "Esqueci minha senha" para atualizar seu acesso e fazer o login.

Minhas Compras

Não há produtos no carrinho.

  • Pedro Alexandre Sanches
    Pedro Alexandre Sanches autor

    Pedro Alexandre Sanches nasceu em Maringá (PR), em 1968. É jornalista formado pela Escola de Comunicações e Artes da USP. Trabalhou por dez anos na Folha de S.Paulo, onde exercia as funções de repórter e crítico musical. Atualmente escreve na revista Carta Capital.

triangulo
  • Rap e política percepções da vida social brasileira
    R$ 36,00

    "Foi nessa época que jovens oprimidos e sem opção fizeram de um movimento sua expressão" –THAÍDE E DJ HUM, BRAVA GENTE Rap e política traz as vivências sociais, culturais e políticas de quem faz e experimenta o rap em seu cotidiano. Neste seu livro de estréia, Roberto Camargos se debruça sobre mais de 10 mil composições de temas variados, produzidas no país desde a década de 1990 até os dias de hoje, para introduzir o leitor a esse universo em expansão de intenso diálogo da música com a vida social, uma espécie de “raio-x do Brasil”. Camargos mostra o rap nacional – dos Racionais MC’s aos rap ...

    Ano de publicação 2015.

  • Como dois e dois são cinco Roberto Carlos (& Erasmo & Wanderléa)
    R$ 72,00

    “Traquinagens à parte, quero defender aqui: Roberto Carlos é um dos mais intensos e completos sinônimos de Brasil que já existiram, quase assim um mito do nosso folclore. Nutrido do misto de amor e resistência (repulsa?) que todos sentimos por ele, Roberto poderia se chamar Brasil” Pedro Alexandre Sanches Cantor mais popular do país, recordista de vendas por mais de três décadas. Ícone nacional que divide com Pelé o status monárquico de “Rei”. Compositor, junto com Erasmo Carlos, de clássicos e clássicos da música popular, desde “Quero que tudo vá para o Inferno” (1965) e “Nas curvas da estrada de Santos” (1969) até ...

    Ano de publicação 2004.

  • Tropicalismo decadência bonita do samba
    R$ 59,00

    Influenciada pelo Cinema Novo, a Tropicália inaugura, em 1967-1968, a era pós-moderna no Brasil. Toma para si os fundamentos de fragmentação lançados pelo filme Terra em transe, de Glauber Rocha, e faz deles matéria-prima para a sua própria revolução. Instala-se, a partir daí, uma época de turvamento entre estratos diversos da cultura, de certo obscurantismo cultural, de uma espécie de Nova Idade Média. Neste livro, Pedro Alexandre Sanches analisa, sob uma ótica que se pretende diferenciada das habituais, as transformações provocadas pelo tropicalismo no cenário brasileiro. Ele analisa também o instinto de autoperpetuação que tomou da&iacu ...

    Ano de publicação 2000.