• Minhas compras
  • Entrar

Mudamos nossa loja virtual para melhor atendê-lo. Se você já é cliente, utilize a funcionalidade de "Esqueci minha senha" para atualizar seu acesso e fazer o login.

Minhas Compras

Não há produtos no carrinho.

  • Ricardo Antunes
    Ricardo Antunes autor

    Ricardo Antunes é um dos principais nomes da Sociologia do Trabalho no Brasil. Professor titular de Sociologia no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas (IFCH/Unicamp), Antunes é coordenador da coleção 'Mundo do trabalho', da Boitempo.

  • 1
  • /
  • 3
triangulo
  • O dilema de Hamlet o ser e o não ser da consciência
    R$ 42,00

    Em O dilema de Hamlet: o ser e o não ser da consciência, Mauro Iasi retoma uma das mais complexas e relevantes questões do mundo contemporâneo: a indagação das possibilidades reais de formação de um sentido de pertencimento de classe em um mundo marcado por diversas fragmentações, individualismos, estranhamentos, desencontros. No texto do livro, Mauro Iasi dialoga com autores clássicos como Durkheim, Weber e Marx e polemiza com importantes autores contemporâneos. Isso porque o estudo, que aborda a questão da consciência na teoria sociológica, não se atém exclusivamente à análise no interior do campo de reflexão marxista sobre o tema. Sua discu ...

    Ano de publicação 2002.

  • O século XXI socialismo ou barbárie?
    R$ 38,00

    O húngaro István Mészáros, professor emérito da Universidade de Sussex, na Inglaterra, é um dos principais pensadores marxistas da atualidade. Discípulo e colaborador do filósofo György Lukács, com quem trabalhou na Universidade de Budapeste de 1954 até a repressão soviética ao levante de 1956, é um pensador radical. Profundo conhecedor da longa tradição dos estudos marxistas, é autor de obras clássicas como A teoria da alienação, O poder da ideologia e do sólido estudo Para além do capital, sem dúvida sua obra de maior envergadura e densidade, lançada em 2002 no Brasil pela Boitempo Editorial. Nesta obra, M&eacut ...

    Ano de publicação 2003.

  • Margem Esquerda n°04 Dossiê: Partido Político
    R$ 30,00

    No momento em que intelectuais discutem voto nulo, resistência dentro e fora do Partido dos Trabalhadores e alternativas de esquerda a esse partido (como PSOL e PSTU), a revista Margem Esquerda traz em seu quarto número um dossiê com seis ensaios que discutem o lugar da representação política e o papel dos partidos no mundo atual. Estariam superados por organizações não governamentais, estruturas horizontais em rede e/ou movimentos sociais? Ou manteriam sua pertinência, apesar de seu fracasso e deslegitimação em vários países? O debate aborda da teoria leninista de organização ao desafio de construir um novo partido, passando pela concepção de Rosa Luxembu ...

    Ano de publicação 2004.

  • Margem Esquerda n°05 Dossiê: Imperialismo
    R$ 30,00

    A revista Margem Esquerda chega ao seu quinto número trazendo uma entrevista com Leandro Konder. Intelectual de extensa história de reflexão e militância, Konder fala de suas vivências tanto no meio acadêmico quanto no PCB e no PT, e aponta suas expectativas para a reorganização da esquerda brasileira no governo Lula. Outro destaque desta edição é o dossiê que trata do imperialismo nos dias de hoje, nas análises de David Harvey, Paulo Arantes, Domenico Losurdo, Giovanni Arrighi e Aldo Romero. Os autores jogam novas luzes e recuperam conceitos válidos quase 100 anos depois de Lenin ter definido o imperialismo como a etapa superior do capitalismo. Mais do que denunciar as atrocidades co ...

    Ano de publicação 2005.

  • O caracol e sua concha ensaios sobre a nova morfologia do trabalho
    R$ 38,00

    O caracol e sua concha retoma, de forma polêmica e combativa, a teoria de Ricardo Antunes, um dos mais destacados sociólogos marxistas da atualidade, sobre a centralidade da categoria "trabalho". A tese central apresentada no livro afirma que o progresso científico-tecnológico no capitalismo contemporâneo não resulta, como expõe a corrente eurocêntrica, no fim da teoria do valor trabalho. O núcleo teórico de sua argumentação é inspirado em Marx e em sua ideia de que o saber rigoroso e o conhecimento técnico-científico desempenham papel fundamental na transformação da produção. Ricardo Antunes empreende um estudo sobre a alteraç&a ...

    Ano de publicação 2005.

  • Shopping Center a catedral das mercadorias
    R$ 42,00

    “Templo” do consumo, símbolo de “progresso”, o shopping center, mais que um espaço para compras, tem se tornado um local de lazer e uma miragem, um desejo de participar de um mundo de sonhos vendidos pela publicidade. Local que exclui dele aqueles que não podem consumir – ampla maioria em um país como o Brasil – e que também exclui, na sua lógica privada, a cidadania, o espaço público, a cidade e sua história. O shopping não é apenas uma construção física, mas também uma prisão social ainda pouco estudada de forma crítica pela sociologia e pelo urbanismo. Shopping center, de Valquíria Padilha, novo lançame ...

    Ano de publicação 2006.

  • Margem Esquerda n°10 Dossiês: 90 anos da Revolução Russa + Em defesa da universidade pública
    R$ 30,00

    O décimo número da revista Margem Esquerda é dedicado aos 40 anos da morte de Ernesto Che Guevara e aos 90 anos da Revolução Russa. A publicação traz um dossiê especial com textos de Moshe Lewin, um dos mais respeitados estudiosos da vitória bolchevique, que analisa a dinâmica de governo dos sovietes. Virginia Fontes debate a atualidade do pensamento de Lenin sobre o imperialismo, enquanto a transcedência da Revolução e a situação atual da Rússia são analisadas por Tony Wood. Além disso, as “Cartas de longe” de Lenin, escritas na Suíça entre março e abril de 1917, compõem a seção “Clássicos ...

    Ano de publicação 2007.

  • R$ 34,00

    O colapso do sistema financeiro não é a causa, mas sim a manifestação de um impasse na economia mundial. É desta forma, em oposição às linhas de interpretação hegemônicas, que István Mészáros analisa o atual período histórico em sua nova obra, A crise estrutural do capital. No livro, o filósofo desmonta uma série de ilusões associadas aos acontecimentos recentes e afirma que as raízes da crise, na verdade, encontram-se no atual estágio de desenvolvimento do capitalismo. Crise dos subprime, crise especulativa, crise bancária, crise financeira – os nomes são muitos para a imensa expansão da aventura especulat ...

    Ano de publicação 2009.

  • Para além do capital rumo a uma teoria da transição
    R$ 63,00

    Obra de maior envergadura do filósofo húngaro István Mészáros, Para além do capital, fruto de duas décadas de trabalho intenso, é uma das mais aguçadas reflexões críticas sobre o capital em suas formas, engrenagens e mecanismos de funcionamento. Influenciada por Marx, Lukács e Rosa Luxemburgo, a obra de Mészáros é o desenho crítico e analítico mais ousado contra o capital e suas formas de controle social. Enquanto elaborava sua última obra, Ontologia do ser social, Lukács disse que gostaria de retomar o projeto de Marx e escrever O Capital de nossos dias, promovendo uma atualização da obra de Marx. Coube a Mészáro ...

    Ano de publicação 2002.

  • Infoproletários degradação real do trabalho virtual
    R$ 49,00

    Infoproletários evidencia a associação oculta entre o uso de novas tecnologias e a imposição de condições de trabalho do século XIX em um dos setores considerados como mais dinâmicos da economia moderna, o informacional. Ao contrário do que é prometido pelos entusiastas deste novo segmento, os trabalhadores vivenciam uma tendência crescente de alienação do trabalho em escala global. A obra reúne uma série de ensaios que esquadrinham diferentes aspectos da rotina e do modo de vida daqueles que, apesar de frequentemente arruinarem suas vozes ao transformá-las em poderosos instrumentos de acumulação de capital, raramente são ouvidos. A classe t ...

    Ano de publicação 2009.

  • R$ 42,00

    Ao longo do último século, modificações impressionantes ocorreram. Em ritmo vertiginoso, os computadores transformaram as condições de trabalho de um número crescente de pessoas. A “indústria cultural” ganhou influência por meio da manipulação do entretenimento. Com todas essas mudanças, o pensamento marxiano vem sendo submetido a uma severa revisão. Os que usam as ideias do mestre, ou simpatizam com elas, manifestam certa perplexidade. O marxismo morreu? Se ainda está vivo, onde se acham seus principais centros de elaboração teórica? Leandro Konder se debruça sobre essa questão buscando um enfoque novo. Marx se tornou uma celebridade ...

    Ano de publicação 2010.

  • Trabalho e subjetividade o espírito do toyotismo na era do capitalismo manipulatório
    R$ 38,00

    Com olhar crítico sobre as novas tendências no ambiente de trabalho, Giovanni Alves desvenda em seu novo livro um tema crucial na reestruturação produtiva do século XXI: a subjetividade do homem que trabalha. Resultado de um profundo estudo sobre as engrenagens de envolvimento e sujeição do trabalhador no espaço laborativo e os processos de produção, o livro Trabalho e subjetividade revela as influências de uma nova modalidade no mercado: a “empresa enxuta” ou “flexível”. Em substituição à coisificação típica da produção maquinal do taylorismo-fordismo, que formou a chamada sociedade do automóvel durante o s&ea ...

    Ano de publicação 2011.

  • 1
  • /
  • 3