• Minhas compras
  • Entrar

O que a Boitempo está preparando para 2019

O que a Boitempo está preparando para 2019

A Boitempo teve participação fundamental em alguns dos debates mais importantes do ano com a publicação de obras como A verdade vencerá, uma longa entrevista de Luiz Inácio Lula da Silva; O ódio como política: a reinvenção das direitas no Brasil, um amplo painel do avanço das direitas no Brasil, organizado por Esther Solano; Gênero e desigualdades: limites da democracia no Brasil, de Flávia Biroli, sobre como, apesar de alterações significativas, o lugar das mulheres permanece subalterno, interpelando os limites da democracia; Meu crespo é de rainha, de bell hooks e Chris Raschka, infantil que incentiva meninas negras a amarem seu cabelo crespo; A nova segregação: racismo e encarceramento em massa, de Michelle Alexander, que analisa o sistema prisional dos EUA e revela as entranhas do racismo estrutural e institucionalizado nas sociedades ocidentais contemporâneas; A liberdade é uma luta constante, de Angela Davis, com artigos, discursos e entrevistas recentes da ativista, e obras de Alysson Mascaro, Boaventura de Souza Santos, Chico de Oliveira, Gyorg Lukács, István Mészáros, Lênin, Leonardo Padura, Luiz Bernardo Pericás, Maria Rita Kehl, Michael Löwy, Perry Anderson e Ricardo Antunes, entre muitos outros!

Aproveitamos a oportunidade para agradecer o apoio vital de todos os que nos acompanham – autores, colaboradores, professores, clientes, leitores –, parte essencial da história da Boitempo. Para 2019, acostumados que estamos a navegar em águas turvas, os leitores podem aguardar uma nova e imprescindível safra de publicações e eventos com os quais pretendemos ajudar a construir não apenas um tempo melhor, mas uma sociedade mais justa.

Saiba mais (+)