• Minhas compras
  • Entrar

A câmara escura

Alienação e estranhamento em Marx

Jesus Ranieri

Este livro estará disponível a partir de:
A câmara escura
  • autor: Jesus Ranieri
edição:
1
selo:
Boitempo
idioma:
Portuguese
páginas:
174
formato:
21cm x 14cm x 1cm
peso:
200 gr
ano de publicação:
2001
encadernação:
Brochura
ISBN:
9788585934910

Entäusserung e Entfremdung são frequentemente traduzidos como alienação, designando algo negativo e entorpecedor das relações humanas. Mas a noção que Marx tem de alienação (Entäusserung) pode ser distinta da de estranhamento (Entfremdung). Alienação está voltada à atividade, às objetivações que, na história, constituíram o ser racional da humanidade. Estranhamento, ao contrário, articula-se a partir da sedimentação dos obstáculos que impedem que o ser social se realize. No momento em que a produção é apropriada por um segmento diferente daquele encarregado da produção, tem-se o estranhamento. A câmara escura, inspirado em Marx, na tese de que o trabalho é um elemento fundante da sociabilidade humana, nos sugere que o fenômeno da alienação/estranhamento pode ser assim compreendido: enquanto Entäusserung apresenta-se como uma categoria presente na produção e reprodução da vida dos homens, Entfremdung tem sua ênfase nos obstáculos sociais que impossibilitam as condições necessárias para a emancipação da humanidade.A investigação do autor procura compreender as diferenças e semelhanças entre essas duas categorias em três obras seminais de Marx: Manuscritos econômico-filosóficos, A sagrada família e A ideologia alemã. Marx nomeou de 'câmara escura' a consciência invertida da realidade, a ideologia daqueles que não reconhecem a determinação de seu ser material e social sobre a sua consciência - o estranhamento na sua manifestação abstrata, específica do plano das idéias. Daí o título escolhido para este livro de Jesus Ranieri, que aborda de forma original essas questões.