Product main image - 310d91ba-0804-4486-80b4-5bada510b4f9
image_894c2add-0208-4c11-8b35-fed88dcc153e
Da Erótica
Seleção única da poesia erótica do poeta português. Explora o desejo humano, do amor idealizado ao mais obsceno, revelando a complexidade do erotismo na literatura. A apresentação de José Paulo Netto enriquece a compreensão deste clássico da literatura do século XVIII.
Disponível também em

R$ 75,00

R$ 75,00 no PIX

Quantidade:


Calcule o frete e prazo de entrega

Disponível também em
Um dos maiores estudiosos do marxismo no Brasil, José Paulo Netto retoma em Da Erótica: muito além do obsceno, seu talento igualmente reconhecido de crítico literário. Na obra, além de selecionar e organizar o material, apresenta ao leitor, em um alentado ensaio, o universo da vida e da arte de Manuel Maria de Barbosa du Bocage, autor português do século XVIII. Sua seleção e comentários destacam o aspecto libertino do controvertido poeta, sem deixar de ressaltar sua qualidade literária, cada vez mais reconhecida, que lhe garante lugar seguro entre os clássicos da literatura portuguesa.

A apresentação consiste assim em um ensaio de fôlego que estabelece uma linha histórica da literatura portuguesa da época, situando nela o poeta, sua vida e sua obra. E de quebra exibe, nas muitas notas de rodapé, uma profusão de informações por si só igualmente interessantes, compondo um variado e valioso painel. Complementam a edição uma cronologia relativa ao poeta português, referências bibliográficas e um útil índice onomástico.

“A compilação que José Paulo Netto organizou oferece os textos quiçá mais relevantes desse caminho, incluindo obras maiores da poética bocagiana, também alguns dos seus atrevimentos pícaros, discutindo nuns casos a autoria, noutros garantindo a origem, sempre comentando e ilustrando aqueles versos com notas detalhadas, sem as quais nos perderíamos no labirinto de alusões e diversões do poeta”, escreve Francisco Louçã no Prefácio da obra.

Já Netto afirma em sua apresentação:

 

Penso que Bocage deve ser abordado, explicado e compreendido como um libertino [...] – e notadamente sua erótica (mas não só ela), na sua essencialidade, como amostra privilegiada e mais expressiva da concepção libertina possível no Portugal da última década do século XVIII. Resumindo, tenho a erótica bocagiana como exemplar privilegiado e ímpar da literatura libertina portuguesa do seu tempo.



Fruto de rigorosa pesquisa documental, Da erótica é uma seleção inédita dos poemas de Bocage, acompanhados de um texto de apoio que, ao mesmo tempo que o desvenda para o leitor, salienta sua inegável condição de autor clássico. A apresentação é também marcada pelo ineditismo, já que nunca antes a obra desse autor tinha sido objeto de uma apreciação marxista, algo que José Paulo Netto executa de forma brilhante ao mesmo tempo que apresenta uma seleção da produção bocagiana e um painel do ambiente e da época em que ela foi desenvolvida.
 

Trecho do livro

É mais que necessário atentar para as diferentes formas de gratificação, simbólicas ou não, dos sujeitos envolvidos na produção/difusão do que então se passou a considerar 'pornografia' – que se desenvolveu, em todos os seus sentidos, com a profissionalização do escritor sob o capitalismo a partir da mercantilização do seu ofício e a sua progressiva e imparável inserção numa específica divisão social e técnica do trabalho. Na sua boca Vênus faz morada, Nos olhos tem Cupido as setas posto, Nas mamas faz lascívia o seu encosto, Nela, enfim, tudo encanta, tudo agrada.

Organização de José Paulo Netto
Autoria de Manuel Maria de Barbosa du Bocage
Texto de orelha de Cristhiano Aguiar
Apresentação de José Paulo Netto
Prefácio de Francisco Louçã
Ilustrações de Tinus van Doorn
Capa de Maikon Nery
Número de páginas: 224
Dimensões: 23 x 16 x 2 cm
Peso: 383,6 g
ISBN: 9786557172001
Encadernação: brochura
Ano de publicação: 2022

SubTítulo 297468

muito além do obsceno