Product main image - fcf74e2f-c27a-4586-85f1-8198decce543
image_b4b8dc66-0edb-4959-bcf9-be907a3c2f80
Dominação e resistência
O significado da democracia e suas complexas relações com as assimetrias sociais em uma análise corajosa. Em meio à encruzilhada política brasileira, oferece uma abordagem crítica e humanista, propondo uma visão desafiadora sobre o papel do conflito na democracia e seu potencial emancipatório.

R$ 55,00

R$ 55,00 no PIX

Quantidade:


Calcule o frete e prazo de entrega

A obra apresenta uma discussão sobre o sentido da democracia e sua relação com os padrões de dominação presentes na sociedade. A ordem democrática liberal não pode ser entendida como a efetiva realização dos valores que promete, pois a igualdade entre os cidadãos, a possibilidade de influenciar as decisões coletivas e a capacidade de desfrutar de direitos são sensíveis às múltiplas assimetrias que vigoram na sociedade. Porém, tampouco pode ser lida segundo a crítica convencional às "liberdades formais" e à "democracia burguesa", que a apresenta como mera fachada desprovida de qualquer sentido real.

Assim, a democracia não é um ponto de chegada, e sim um momento de um conflito que se manifesta como sendo entre aqueles que desejam domá-la, tornando-a compatível com uma reprodução incontestada das assimetrias sociais, e quem, ao contrário, pretende usá-la para aprofundar contradições e avançar no combate às desigualdades.

Portanto, o conflito na democracia é um conflito também sobre o sentido da democracia, isto é, sobre quanto ela pode se realizar no mundo real como projeto emancipatório e quanto as instituições vigentes contribuem para promovê-la ou para refreá-la.
 

Autoria de

Autoria

Luis Felipe Miguel


Autoria de Luis Felipe Miguel
Texto de orelha de Juarez Guimarães
Número de páginas: 248
Dimensões: 23 x 16 x 1,4 cm
Peso: 349,7 g
ISBN: 9788575596104
Encadernação: Brochura
Ano de publicação: 2017

SubTítulo 296538

desafios para uma política emancipatória