• Minhas compras
  • Entrar

Esquerdas do mundo, uni-vos! 2° Edição

Boaventura de Sousa Santos

R$ 43,00 Comprar

Esquerdas do mundo, uni-vos! 2° Edição
  • autor: Boaventura de Sousa Santos
  • orelha: Guilherme Boulos
    Tarso Genro
  • prólogo e quarta capa: Nilma Limo Gomes
  • prólogo: Sonia Guajajara
    Manuela d'Ávila
  • prefácio: Giovanni Allegretti
  • prefácio: Gustavo Esteva
edição:
selo:
Boitempo
páginas:
224
formato:
14cm x 21cm x 0cm
peso:
290 gr
encadernação:
Brochura
ISBN:
9788575597101

A nova edição de Esquerdas do mundo, uni-vos!, do sociólogo português Boaventura de Sousa Santos atualiza o panorama crítico apresentado anteriormente à luz das grandes transformações políticas de 2018. Revisitando os temas analisados na primeira edição, sob a ótica da crise pós-2008, o autor retoma a questão do desmantelamento da democracia no Brasil, as dificuldades do processo de paz na Colômbia, a crise institucional no México e os desafios da Espanha.

Quais são os possíveis rumos das esquerdas? Quais os caminhos para uma luta unificada internacional? Boaventura centra sua reflexão no cenário político e nas forças de esquerda de determinadas nações e, a partir disso, apresenta questões de fundo que se movem para escalas temporais de médio e longo prazos. Em um mundo cada vez mais interdependente, o sociólogo defende as aprendizagens globais e as epistemologias do Sul como uma das vias para promover tais aprendizagens, sem perder de vista os contextos e as necessidades específicas de cada um – e de o fazer a partir das experiências dos grupos sociais que sofrem nos diferentes países a exclusão e a discriminação causadas pelo capitalismo, pelo colonialismo e pelo patriarcado.

Esta segunda edição de Esquerdas do mundo, uni-vos! conta com prólogo de Manuela D’Ávila, candidata a vice-presidente em 2018 na chapa encabeçada por Fernando Haddad, do PT; Nilma Nilo Gomes, ministra das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos no governo da presidenta Dilma Rousseff; e de Sonia Guajajara, candidata a vice-presidente em 2018 na chapa de Guilherme Boulos, do PSOL, e coordenadora executiva da Associação dos Povos Indígenas do Brasil.