Product main image - aa78e262-e041-4c05-995b-9964d65ad52c
image_8b04606e-9bab-4f78-b4d2-23aae8417771
Estado de exceção
Autoria de Giorgio Agamben
O estado de exceção como paradigma de governo, revelando sua consolidação nos tempos atuais. Analisa a suspensão da ordem jurídica, traçando uma conexão histórica desde Carl Schmitt até questões pós-11 de Setembro. Um estudo fundamental sobre as áreas obscuras do direito e da democracia.
Disponível também em

R$ 44,00

R$ 44,00 no PIX

Quantidade:


Calcule o frete e prazo de entrega

Disponível também em
O filósofo italiano Giorgio Agamben é um dos pensadores mais instigantes da atualidade. Em Estado de Exceção, terceiro lançamento da coleção Estado de Sítio, coordenada por Paulo Arantes, ele estuda a contraditória figura dos momentos antes "extraordinários" - de emergência, sítio, guerras - onde o Estado usa de dispositivos legais justamente para suprimir os limites da sua atuação, a própria legalidade e os direitos dos cidadãos. Segundo o autor, "o estado de exceção apresenta-se como a forma legal daquilo que não pode ter forma legal". Um poder além de regulamentações e controle, que, para Agamben, hoje não é mais excepcional, mas o padrão de atuação dos Estados.

Estado de Exceção é uma reconstrução histórica e uma análise da lógica e da teoria por trás da sua evolução e consequências, de Hitler aos prisioneiros de Guantánamo. Para isso o autor destrincha o pensamento de Carl Schmitt (autor alemão, contemporâneo de Walter Benjamin, com quem polemizou) e seus estudos sobre ditaduras; filósofos e teóricos do direito; e as mudanças nas constituições europeias e norte-americanas que levaram a instituição do estado de exceção como paradigma.

“Combatentes ilegais”, Patriot Act, Bush como commander in chief dos Estados Unidos, toque de recolher, zonas de proteção em encontros de organismos internacionais, pacotes econômicos, limites e contradições das democracias modernas, guerras preventivas e o executivo legislando por decretos e medidas provisórias são temas atuais abordados e que se relacionam diretamente com a análise de Agamben.

Obra fundamental para entender o Estado e a política contemporânea, Estado de Exceção expõe as áreas mais obscuras do direito e da democracia. Justamente as que legitimam a violência, a arbitrariedade e a suspensão dos direitos, em nome da segurança, a serviço da concentração de poder.
 
Autoria de Giorgio Agamben
Tradução de Iraci D. Poleti
Texto de orelha de Gilberto Bercovici
Título original: Stato di eccezione, Homo Sacer II, 1
Coleção: Estado de sítio
edição: 2
Número de páginas: 144
Dimensões: 21 x 14 x 1 cm
Peso: 203,1 g
ISBN: 9788575590577
Encadernação: Brochura
Ano de publicação: 2004

SubTítulo 294767

[homo sacer, ii, i]