• Minhas compras
  • Entrar

Gênero e trabalho no Brasil e na França

perspectivas interseccionais

Helena Hirata, Alice Rangel de Paiva Abreu, Maria Rosa Lombardi, Danièle Kergoat, entre outros.

R$ 67,00 Comprar

Gênero e trabalho no Brasil e na França
  • autor: Helena Hirata
    Alice Rangel de Paiva Abreu
    Maria Rosa Lombardi
    Danièle Kergoat
    Antonio Sérgio A. Guimarães
    Jules Falquet
    Adriana Piscitelli
    Margaret Maruani
    Monique Meron
    Nadya Araujo Guimarães
    Murillo Marschner Alves de Brito
    Rachel Silvera
    Lena Lavinas
    Ana Carolina Cordilha
    Gabriela Freitas da Cruz
    Laís Abramo
    María Elena Valenzuela
    Maria Betânia Ávila
    Joice Melo Vieira
    Glaucia dos Santos Marcondes
    Nathalie Lapeyre
    Débora de Fina Gonzalez
    Liliana Segnini
    Aurélie Damamme
    Angelo Soares
    Luz Gabriela Arango
    Marc Bessin
    Guita Grin Debert
    Bila Sorj
    Florence Jany-Catrice
  • organizador: Helena Hirata
    Alice Rangel de Paiva Abreu
    Maria Rosa Lombardi
  • tradutor: Carol de Paula
  • orelha: Renata Gonçalves
  • quarta capa: Miriam Nobre
edição:
1
coleção:
Mundo do trabalho
selo:
Boitempo
páginas:
288
formato:
23cm x 16cm x 2cm
peso:
475 gr
ano de publicação:
2016
encadernação:
Brochura
ISBN:
9788575594896

Antologia internacional que atualiza o debate feminista sobre o mundo do trabalho hoje

Capitalismo, machismo e racismo andam de mãos dadas, tanto no centro quanto na periferia do sistema. É na difícil e incontornável tarefa de captar as articulações entre essas opressões cruzadas que este livro oferece uma contribuição fundamental.Fruto do intercâmbio científico entre França e Brasil e organizado por uma equipe interdisciplinar liderada pelas pesquisadoras Alice Rangel de Paiva Abreu, Helena Hirata e Maria Rosa Lombardi, o Gênero e trabalho no Brasil e na França: perspectivas interseccionais atualiza o debate contemporâneo sobre a desigualdade de gênero ao abordar as complexas relações entre trabalho, cuidado e políticas sociais.Apesar dos avanços nas últimas décadas, este livro revela que não temos muito a comemorar. Reunindo textos de mais de 30 autoras/es nacionais e internacionais, a obra documenta os limites da incorporação das mulheres no trabalho realizado na esfera pública, do ponto de vista do tensionamento das desigualdades econômicas entre os gêneros.Mesmo ao alcançarem lócus de poder, as mulheres, tanto na sociedade brasileira quanto na francesa, tendem a ocupar posições inferiores e de menor prestígio. À luz das teorias feministas, este Gênero e trabalho no Brasil e na França mostra que a disparidade salarial, a dificuldade para ascender na carreira e a segregação enfrentadas por mulheres são problemas globais.