Product main image - 45cd69d6-8a72-4ad0-8383-4fe9b3f3fd9b
image_613f84a5-eafb-45a3-9aaa-de0f6d1a4feb
Homens partidos
Esforço rigoroso de reconstrução da relação entre comunistas e sindicatos no Brasil pós-1945, examinando a ascensão e a queda do Partido Comunista Brasileiro. Um olhar sobre a luta contra a ditadura e a dinâmica do PCB, revelando seu impacto duradouro no cenário político e sindical brasileiro.

R$ 79,00

R$ 79,00 no PIX

Quantidade:


Calcule o frete e prazo de entrega

Homens partidos: comunistas e sindicatos no Brasil, de Marco Aurélio Santana, é o resultado de um esforço rigoroso e ousado de reconstrução de um importante momento da história social brasileira, tomando como fio condutor a ascensão e a queda do Partido Comunista Brasileiro, o PCB. O autor privilegia o período de 1945 a 1992, tendo como viés a correlação do partido com o movimento sindical.

Em Homens partidos, o autor examina não apenas a trajetória de vida e morte do PCB, mas também o seu legado, reconstituindo um amplo período de atuação, particularmente na luta contra a ditadura, pós-64. O livro mostra um partido vivo e dinâmico, construindo, por meio de embates, seus rumos. Com uma trajetória marcada pela perseguição, o PCB buscou desenvolver uma rápida ocupação de espaços no movimento sindical que servisse de instrumento para credenciá-lo como força de peso no interior do cenário político nacional.

Marco Aurélio Santana proporciona ainda reflexões sobre o Partido dos Trabalhadores e a Central Única dos Trabalhadores. O leitor percebe que o antigo PCB se extinguiu, mas seu legado não deve ser desconsiderado, especialmente quando pensamos a atuação de partidos socialistas e de organizações que defendem a classe trabalhadora do Brasil.
 
Autoria de Marco Aurélio Santana
Número de páginas: 318
Dimensões: 21 x 14 x 1 cm
Peso: 448,4 g
ISBN: 9788585934613
Encadernação: Brochura
Ano de publicação: 2001

SubTítulo 294248

comunistas e sindicatos no brasil