Product main image - 9a2314d5-e7f5-42eb-aca2-76d64fccdec5
image_b4d4929c-f788-4c30-8d93-cada423647f0
Imperialismo e questão europeia
Autoria de Domenico Losurdo
Debate sobre o imperialismo, a União Europeia e a questão nacional, resistindo à tendência de combater a UE. Com base em figuras históricas, o autor argumenta que a luta contra a subjugação política das nações é crucial. Leitura fundamental para compreender a situação internacional atual.
Disponível também em

R$ 79,00

R$ 79,00 no PIX

Quantidade:


Calcule o frete e prazo de entrega

Disponível também em
Quais características deve possuir hoje um movimento de emancipação para ser considerado como tal? Contra qual antagonista devemos concentrar as nossas energias? O que devemos entender por imperialismo? Imperialismo e questão europeia é uma obra póstuma de Domenico Losurdo, organizada por Emiliano Alessandroni, com base em um conjunto de artigos escritos entre 1978 e 2017, tematizando a União Europeia em diferentes fases.

Na apresentação, Alessandroni põe em relevo a constante preocupação do autor com a questão europeia. Losurdo defendia um posicionamento contrário à saída da Itália da União Europeia, o que gerava críticas tanto pelo Partido Comunista como por parte de outros setores da intelectualidade e da militância de esquerda. Segundo Losurdo, os argumentos de que se deveria abandonar a União Europeia por seu viés capitalista e imperialista não encontram sentido, pois “seguindo essa lógica, também deveríamos sair da Itália”.

Losurdo contribui para lançar luz sobre alguns nós não desatados do nosso presente: o legado da tradição colonial e do nazifascismo, a democracia moderna e a identidade política da União Europeia. Os artigos selecionados – atendendo aos últimos desejos de Losurdo de apresentar seu pensamento sobre as complexas relações entre União Europeia e imperialismo - fornecem os instrumentos analíticos com os quais é possível refinar a nossa perspectiva de conflitualidade, libertar-se de uma representação mecanicista das contradições sociais e adquirir, tanto do ponto de vista espacial quanto temporal, um olhar muito mais amplo e profundo – ou seja, uma visão dialética – sobre os grandes conflitos que inflamaram e continuarão a inflamar os nossos tempos.
 

Trecho do livro

No que diz respeito às relações entre a superpotência americana e a União Europeia, faz-se muitas vezes referência à tendência de alteração do equilíbrio de poder no plano econômico entre esses dois 'polos imperialistas'. Mas uma comparação entre duas grandezas tão heterogêneas não faz sentido: a União Europeia não é um Estado! Que lado tomaria a Inglaterra na hipótese fantástica de um conflito entre os dois lados do Atlântico? E de que lado ficaria a Itália de Berlusconi? E o instável eixo franco-alemão de hoje sobreviveria ao eventual retorno ao poder na Alemanha dos democratas-cristãos e na França de um partido socialista com fortes laços com Israel? Mais uma vez o economicismo revela-se enganador.

Organização e Introdução de Emiliano Alessandroni
Autoria de Domenico Losurdo
Tradução de Sandor José Ney Rezende
Posfácio de Stefano G. Azzarà
Texto de orelha de Rita Coitinho
Capa de Maikon Nery
Número de páginas: 264
Dimensões: 23 x 16 x 2 cm
Peso: 372,3 g
ISBN: 9786557172148
Encadernação: Brochura
Ano de publicação: 2023