• Minhas compras
  • Entrar

Mudamos nossa loja virtual para melhor atendê-lo. Se você já é cliente, utilize a funcionalidade de "Esqueci minha senha" para atualizar seu acesso e fazer o login.

Minhas Compras

Não há produtos no carrinho.

Margem Esquerda n°21

Dossiê: Redução da maioridade penal

Adriana Simões Marino

R$ 30,00 Comprar

Margem Esquerda n°21
  • autor: Adriana Simões Marino
    Afrânio Mendes Catani
    Alvaro Garcia Linera
    Ana Paula Pacheco
    Carla Ferreira
    Carlos Nelson Coutinho
    Cesar Mangolin
    David Riazanov
    Deni Irineu Alfaro Rubbo
    Edmilson Costa
    Emir Sader
    Jacob Gorender
    Jorge Beinstein
    Liborio Júnior
    Luiz Bernardo Pericás
    Marcus Orione
    Marília Rovaron
    Nestor Kohan
    Pablo Neruda
    Paulo Barsotti
    Rochelle Costi
    Silvio Luiz De Almeida
    Vitor Bartoletti Sartori
  • coordenador: Angélica Lovatto
    Bibiana Leme
  • apresentação: Flávio Aguiar
selo:
BOITEMPO EDITORIAL
páginas:
152
formato:
23cm x 16cm x 2cm
peso:
245 gr
ano de publicação:
2013
ISBN:
16787684

Esta edição da revista Margem Esquerda abre suas páginas homenageando um grande intelectual brasileiro, cuja morte completa um ano: Carlos Nelson Coutinho. Em entrevista ao filósofo argentino Nestor Kohán, concedida em 1999, "Carlito" traça um paralelo entre a concepção política de Antonio Gramsci e a concepção filosófica do György Lukács maduro, comentando a correspondência que ele e Leandro Konder mantiveram com o filósofo húngaro.

O Dossiê deste volume reúne diversos pesquisadores para contribuir com o debate sobre os alegados benefícios de uma redução da maioridade penal, que ciclicamente retorna ao cenário nacional. O jurista Marcus Orione faz uma leitura marxista do clamor pela redução da maioridade e de seu equívoco; a psicanalista Adriana Simões Marino apresenta a questão da responsabilização especial contemplada pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para justificar por que entende a redução como retrógrada e ineficaz; a defensora pública federal Ana Luisa Zago de Moraes aprofunda-se na discussão das falhas argumentativas que costumam embasar o discurso favorável à redução; e, por fim, a socióloga Marília Rovaron reflete acerca do tratamento repressivo e discriminatório de que é alvo a juventude pobre e fornece um panorama histórico da criminalização dos jovens no Brasil.

Com uma posição claramente contrária à redução da maioridade penal, o objetivo deste Dossiê não é ignorar o outro lado, o qual respeitamos, mas explicar o porquê de essa saída não ser, em nossa opinião, a indicada para atacar as raízes do problema da criminalidade e da impunidade no Brasil. Trata-se de um Dossiê que toma partido em um dos lados da discussão, mas ao agir assim de maneira explícita faz um elogio à transparência do debate.

Na seção Artigos, a revista apresenta uma seleção eclética do pensamento contemporâneo. Em texto sobre o que chama de “topologia do Estado”, o vice-presidente boliviano Álvaro García Linera discute como os limites geográficos se articulam com as esferas econômica e política de um país. O historiador e filósofo do direito Vitor Sartori trata de alguns posicionamentos de Heidegger e de Lukács sobre a noção de ser, mostrando como ambos partem de críticas a Hegel. O sociólogo Deni Rubbo analisa a obra do peruano José Carlos Mariátegui para tratar do nacionalismo, do internacionalismo e de suas controvérsias na chave do pensamento marxista e na aplicação deste à realidade latino-americana. O economista argentino Jorge Beinstein contextualiza a decadência do capitalismo num longo processo que tem na crise atual uma virada significativa, da qual o sistema não sairá sem enormes convulsões. Por fim, o volume 21 da revista Margem Esquerda tem o prazer de publicar um texto inédito do historiador marxista Jacob Gorender, a respeito da abrangência e das limitações dos conceitos de “globalização” e “imperialismo”.

A seção Clássico apresenta um texto do editor das obras completas de Marx e Engels no início do século XX, David Riazanov, sobre as cartas trocadas entre Karl Marx e a revolucionária russa Vera Zasulitch no ano de 1881, além da própria carta de Marx a Vera, na qual o filósofo alemão desvincula a revolução socialista de um suposto desenvolvimento necessário das forças produtivas.

A seção Homenagem traz um texto do historiador Paulo Barsotti sobre o zoólogo e compositor Paulo Vanzolini, autor de sambas inesquecíveis do cancionário brasileiro. Em Comentário, a professora de Teoria Literária Ana Paula Pacheco discorre sobre os contos de Vento sul, de Vilma Arêas. Na seção Resenhas, Silvio Luiz de Almeida trata do livro Estado e forma política, de Alysson Leandro Mascaro; e Afrânio Mendes Catani, apresenta Poder e desaparecimento, de Pilar Calveiro. Na seção Notas de Leitura, Edmilson Costa fala de Ascensão e queda do euro, de Jorge Figueiredo; Carla Ferreira trata de O capitalismo dependente latino-americano, de Vânia Bambirra; e a obra de Sofia Manzano, Economia política para trabalhadores, é tema de Cesar Mangolin. Na seção Poesia, o professor de Literatura Flávio Aguiar traduz e apresenta, nos quarenta anos do Golpe de Estado chileno, o poema “Sempre”, de Pablo Neruda.

As imagens deste volume são de autoria da fotógrafa Rochelle Costi. Segundo o artista plástico e editor de imagens Sergio Romagnolo, “a artista usa a fotografia como produto final e processo de documentação, e suas obras têm sido mostradas em bienais e museus de vários países, como Japão, Espanha, Cuba, Argentina, Equador e Estados Unidos”.

Além de Jacob Gorender, Paulo Vanzolini e Carlos Nelson Coutinho, este volume presta homenagem a Marcos Fernandes Brige, Humberto Vázquez Viaña, Leonel Itaussu, Edmundo Dias, Ciro Flamarion e Marshall Berman. No último dia 4, em pleno fechamento deste número, perdemos Vo Nguyen Giap, aos 102 anos. Nossa homenagem ao notável general Giap, que derrotou japoneses, franceses e norte-americanos, expulsando-os todos do Vietnã.

Ivana Jinkings e Bibiana Leme