Product main image - af18510b-2129-457c-9c44-bf80e8188700
image_4a193d4f-a665-456c-958f-007aa9cbcebe
A rebeldia do precariado
Autoria de Ruy Braga
Análise inovadora do precariado global, examinando sua rebeldia e resistência em contextos diversos. O autor utiliza uma abordagem marxista e etnográfica para entender o papel fundamental do precariado na luta contra a espoliação social e a mercantilização do trabalho, do dinheiro e da terra
Disponível também em

R$ 69,00

R$ 69,00 no PIX

Produto esgotado

Preencha os campos para ser avisado assim que o produto voltar ao estoque!


Calcule o frete e prazo de entrega

Disponível também em
Em seu livro, o sociólogo Ruy Braga busca fundamentar etnograficamente a crise da globalização neoliberal iniciada em 2008, a partir da comparação entre três países - Portugal, África do Sul e Brasil. A rebeldia do precariado propõe compreender as resistências populares às políticas de espoliação social que acompanham a difusão do neoliberalismo e da precarização do trabalho na semiperiferia do sistema. Para tanto, recorre ao arcabouço teórico marxista na tentativa de interpretar tanto os avanços da mercantilização do trabalho, da terra e do dinheiro quanto as novas formas de insurgência contra a espoliação protagonizadas pelo precariado urbano.

A rebeldia do precariado é primeira obra na história da sociologia brasileira a comparar três países em três continentes diferentes apoiando-se tanto no marxismo quanto em etnografias da condição proletária. Além disso, em termos internacionais, trata-se de um livro pioneiro que se propõe a interpretar a crise da globalização iniciada em 2008 a partir da prática política e das formas de resistência do precariado urbano.
 
Autoria de Ruy Braga
Texto de orelha de Guilherme Boulos
Prefácio de Michel Cahen
Texto de quarta capa de Vladimir Safatle
Coleção: Mundo do Trabalho
Número de páginas: 272
Dimensões: 23 x 16 x 2 cm
Peso: 383,6 g
ISBN: 9788575595725
Encadernação: Brochura
Ano de publicação: 2017

SubTítulo 296807

trabalho e neoliberalismo no sul global