• Minhas compras
  • Entrar

História e desenvolvimento

a contribuição da historiografia para a teoria e prática do desenvolvimento brasileiro

R$ 45,00 R$ 36,00 Comprar

Este livro será enviado a partir do dia 16 de dezembro
História e desenvolvimento
  • autor: Caio Prado Junior
  • prefácio: Florestan Fernandes
  • posfácio: Leda Paulani
  • quarta capa: Paulo Sérgio Pinheiro
  • capa: Maikon Nery
  • nota da edição: Luiz Bernardo Pericás
edição:
1
selo:
páginas:
144
formato:
23cm x 16cm x 4cm
peso:
200 gr
ano de publicação:
2021
encadernação:
brochura
ISBN:
9786557171059

História e desenvolvimento inaugura uma série de publicações do historiador marxista Caio Prado Júnior que a Boitempo publicará ao longo dos próximos anos, sob coordenação de Luiz Bernardo Pericás. Caio Prado escreveu esse texto em formato de tese em 1968, com o objetivo de concorrer à cátedra de história da Universidade de São Paulo e incentivado por Sérgio Buarque de Holanda. Censurado pelo AI-5, o concurso foi cancelado, e a obra se viu publicada apenas quatro anos depois.

 

Com uma maestria que poucos detém, Caio Prado navega com facilidade pelos temas da economia política, entrelaçando-os à história, e contesta, nesta obra, a adequação da política econômica à época para um “real progresso” do Brasil e sua população. Para ele, o desenvolvimento e o crescimento econômicos constituem temas essencialmente históricos que teriam sido monopolizados de modo indevido pela economia.

 

Esta nova edição de História e desenvolvimento conta com a introdução do autor escrita para a edição de 1972 e o consagrado prefácio de Florestan Fernandes para a edição de 1989; além de inéditos texto de orelha do historiador Fernando Novais, quarta capa do cientista político Paulo Sérgio Pinheiro e posfácio da economista Leda Paulani: “Caio Prado foi certamente o primeiro pensador que, embasando a economia política na história, ou a história na economia política, logrou desvendar a força dos impulsos que a sustentam”, aponta Paulani.
 


Trecho

“É na história, nos fatos concretos da formação e da evolução de nossa nacionalidade, que se encontra o material básico e essencial necessário para a compreensão da realidade brasileira atual e sua interpretação com vistas à elaboração de uma política destinada a promover e estimular o desenvolvimento. E não nas puras abstrações, mesmo quando são até certo ponto justificáveis em outras situações para as quais e na base das quais foram elaboradas, não se ajustando a situações tão distintas como as nossas. Mais ainda que em países e povos que já atingiram um elevado nível de desenvolvimento e que, por assim dizer, de certa forma já romperam suas amarras com aquele passado (pelo menos para os fins da análise econômica), é sobretudo em nosso passado que se há de buscar a informação para a proposição adequada e a solução acertada dos problemas atuais. O tema do desenvolvimento penetra, assim, em cheio na historiografia, e esta lhe ocupa mesmo a maior e principal parte."