Product main image - ccd7dd0f-e754-4ea3-837e-480992ef0961
image_e5ee5985-3224-45f3-b79f-0fda83c05e9f
Marxismo e política: modos de usar
Quais e quantas combinações são possíveis entre o marxismo e a ciência política? Em Marxismo e política: modos de usar, o cientista político Luis Felipe Miguel debate a relevância do marxismo para a análise da política. A obra busca introduzir e enfatizar a utilidade desse marco teórico para a produção de uma ciência política capaz de entender o mundo social e orientar a ação nele.

R$ 69,00

R$ 69,00 no PIX

Quantidade:


Calcule o frete e prazo de entrega

Quais e quantas combinações são possíveis entre o marxismo e a ciência política? Em Marxismo e política: modos de usar, o cientista político Luis Felipe Miguel debate a relevância do marxismo para a análise da política. A obra busca introduzir e enfatizar a utilidade desse marco teórico para a produção de uma ciência política capaz de entender o mundo social e orientar a ação nele.
 
Ao longo dos nove capítulos, o autor cruza diferentes temas da tradição marxista com o campo da ciência política, como as classes sociais, o Estado, o gênero, alienação e fetichismo e muitos outros. Em contrapartida, demonstra a importância de uma abertura do próprio marxismo ao diálogo com a produção contemporânea da ciência política. Com isso, ao mesmo tempo evita o dogmatismo e abre caminhos para a pesquisa em ambos os territórios dos quais se propõe a tratar.
 
“O caminho proposto não é apenas encarar o ‘marxismo como ciência social’, o que sugere algo como sua normalização e incorporação nas vertentes teórico-metodológicas dominantes, mas mantê-lo como tensionador da disciplina. O acréscimo fornecido pelo marxismo, assim como por outras correntes com projeto emancipatório (feminismo, estudos decoloniais), é o de uma teoria focada nos padrões vigentes de dominação que tem como horizonte a produção de uma sociedade nova”, escreve Luis Felipe Miguel na introdução.

Trecho do livro

A política é mais bem compreendida como um conjunto de práticas sociais, historicamente determinadas, cuja abrangência é fruto também das lutas sociais. Dito de outra maneira, como o processo pelo qual se obtém acesso ao exercício do poder e, por meio dele, à organização da vida coletiva numa determinada sociedade. O essencial é defini-la como ‘processo’, não como um espaço social predefinido. Com isso, entende-se que seus limites não são fixos e que inserir – ou não – um campo de questões no âmbito da política já é a primeira grande disputa política. O insulamento da política nas suas manifestações institucionais hoje reconhecidas, tal como produzido pela maior parte da ciência política, é uma forma de reificação de um processo histórico que o despe de sua dinâmica e obstaculiza nossa capacidade de interpretá-lo".

Autoria de Luis Felipe Miguel
Apresentação de Andréia Galvão
Capa de Daniel Justi
Texto de orelha de Leda Paulani
Texto de quarta capa de Andréia Galvão
Páginas: 208
Formato: 23cm x 16cm x 2cm
Peso: 300g
Ano Publicação: 2024
Encadernação: Brochura
ISBN: 9786557173459