Product main image - 77a7784c-b21a-4d8f-ba92-2dfc88f5eaad
image_efeb11b9-2a19-445b-9aa5-1001b4cb0b6f
Terceirização
Uma análise profunda da transformação da fábrica brasileira. Este estudo revela como a terceirização afeta os trabalhadores e as práticas industriais, resultando na precarização do trabalho e na fragmentação das identidades coletivas.

R$ 59,00

R$ 59,00 no PIX

Quantidade:


Calcule o frete e prazo de entrega

Terceirização: (des)fordizando a fábrica analisa as implicações da reestruturação produtiva no espaço intrafabril, inspirada no toyotismo. Maria da Graça Druck recupera as noções de taylorismo e fordismo e as formas que estes assumem no Brasil, analisando os principais indicadores da crise do “fordismo periférico”, bem como as iniciativas governamentais e as novas práticas de gestão adotadas pelo patronato no âmbito do trabalho.

Para desenvolver suas hipóteses, a autora realiza uma das maiores pesquisas setoriais sobre terceirização feitas até então no Brasil, pesquisando 39 empresas do setor de indústria química e petroquímica da Bahia. Os resultados indicam que a terceirização leva à precarização do trabalho, da saúde do trabalhador, do emprego e das ações coletivas.

A (des)fordização das fábricas acarreta também graves distorções nas identidades coletivas dos trabalhadores, nas culturas do trabalho e na cultura fabril. Reforça-se, assim, a identidade corporativa em contraposição à identidade de classe, levando os sindicatos a atuarem cada vez mais dentro de uma “legalidade industrial”.
 
Autoria de Maria da Graça Druck
Número de páginas: 270
Dimensões: 23 x 16 x 1 cm
Peso: 380,7 g
ISBN: 9788587767110
Encadernação: brochura
Ano de publicação: 2003

SubTítulo 294146

um estudo do complexo petroquímico