Product main image - 0c6dbfbf-5802-4900-8cbc-f2894cb93eda
image_f7cf317c-ede3-4cfd-bee4-b537b0f20507
Um sol para cada um
Contos brutais, personagens pungentes. O renomado escritor paraense mergulha nas sombras da metrópole, desafiando tabus, provocando reflexões profundas sobre a vida nas ruas e becos da cidade. Sua escrita é um soco no estômago, uma arte que te desafia.

R$ 47,00

R$ 47,00 no PIX

Quantidade:


Calcule o frete e prazo de entrega

Em Um sol para cada um, seu livro de contos, o escritor paraense Edyr Augusto Proença retoma a linha literária que o caracteriza e usa a realidade nua e crua da cidade de Belém como matéria-prima de suas histórias, transportando o leitor para os cantos mais sombrios e escondidos da metrópole.

Os personagens dos 36 textos são escancaradamente verdadeiros e, por isso mesmo, perturbadores. Suas ações e contradições são descritas de maneira direta por Edyr, observador acurado e estilista talentoso. Ficção realista que se recusa a cair em dogmatismos, em Um sol para cada um não há espaço para meias palavras ou tons pastéis.

Por suas páginas desfilam marginais, prostitutas, criminosos e viciados, formando, nas palavras de Nelson de Oliveira, autor da apresentação do livro, um quadro composto por “anti-heróis do desespero”. A narrativa de Edyr é urgente, pulsante, enxuta, por vezes asfixiante, causando o impacto que toda literatura de qualidade deve provocar.
 
Autoria de Edyr Augusto Proença
Apresentação de Nelson de Oliveira
Texto de orelha de Wlad Lima
Texto de quarta capa de Nelson de Oliveira
Capa de Antonio Kehl
Número de páginas: 168
Dimensões: 23 x 16 x 1,5 cm
Peso: 236,9 g
ISBN: 9788575591222
Encadernação: brochura
Ano de publicação: 2008