Product main image - b9bfc4f5-c109-4642-9369-dcd58f29b553
image_23852f37-ae4a-4cd2-81e3-376b7d0ce057
Junho de 2013
Autoria de Camila Rocha
Análise multifacetada dos eventos de junho de 2013 no Brasil, que abalaram o país e desencadearam transformações sociais e políticas complexas. Diferentes perspectivas e vozes destacam o caráter híbrido desses protestos, fornecendo insights sobre seu impacto duradouro.
Disponível também em

R$ 45,00

R$ 45,00 no PIX

Quantidade:


Calcule o frete e prazo de entrega

Disponível também em
A rebelião de 2013 chegou sem aviso prévio. Afinal, a economia emitia sinais de prosperidade, com taxa de crescimento. Mas em junho daquele ano, gigantescas multidões tomaram as ruas das principais cidades. O que havia começado como um movimento contra o aumento das passagens de ônibus se transformou em uma insurgência que sacudiria a vida política do país.

Entender o que havia ocorrido se tornou um dilema para estudiosos e agentes políticos. Era necessário compreender os impactos daqueles acontecimentos sobre o processo político dos anos seguintes. Após dez anos, é possível traçar um diagnóstico daquele momento? As manifestações foram uma explosão popular autônoma? É possível afirmar que Junho de 2013 contribuiu para o aumento e consolidação da extrema direita nas esferas de poder do país?

Essas e outras perguntas servem de bússola para os nove artigos e para o ensaio visual que compõem a obra Junho de 2013: a rebelião fantasma, organizada por Breno Altman e Maria Carlotto. Além de textos dos organizadores, o livro traz contribuições de Camila Rocha, Jones Manoel, Lucas Monteiro, Mateus Mendes, Paula Nunes, Raquel Rolnik, Roberto Andrés e Vladimir Safatle, Prólogo da ex-presidenta Dilma Rousseff, além de fotografias das manifestações feitas por Maikon Nery. Com diferentes perspectivas, os autores buscam desvendar aquele momento, que se tornou uma das maiores ondas de mobilização social dos últimos anos.
 

Trecho do livro

Talvez fosse o caso de começar afirmando que 2013 foi o último ano da história da esquerda brasileira e de suas estruturas hegemônicas. Essa revolta popular ressoa ainda como uma espécie de acontecimento não integrado, com uma rede de potencialidades que continua a nos assombrar de forma espectral. O que ocorreu depois de 2013 foi uma lenta e contínua degradação marcada pela atrofia da capacidade de ação e da imaginação política da esquerda brasileira em seus múltiplos partidos, em seus sindicatos e em seus movimentos sociais. Depois de 2013, a esquerda brasileira tornou-se basicamente uma força reativa que responde desesperadamente à capacidade de constituir agenda política e pautar mobilização popular da extrema direita.

- Vladimir Safatle

Autoria de

Autoria

Maria Carlotto

Autoria

Breno Altman

Organização de Breno Altman e Maria Carlotto
Autoria de Camila Rocha, Jones Manoel, Lucas Monteiro, Maikon Nery, Mateus Mendes, Paula Nunes, Raquel Rolnik e Roberto Andrés e Vladimir Safatle
Prólogo de Dilma Rousseff
Texto de orelha de Isabela Kalil
Apoio de Fundação Friedrich Ebert
Fotos de Maikon Nery
Capa de Maikon Nery
Número de páginas: 128
Dimensões: 23 x 16 x 2 cm
Peso: 180,5 g
ISBN: 9786557172346
Encadernação: Brochura
Ano de publicação: 2023

SubTítulo 297120

a rebelião fantasma